Table Partners

Consultoria de estratégia e liderança

Diferentes empresas, diferentes tipos de Conselhos

Hoje os CEOs brasileiros interagem com diferentes tipos de Conselhos:

  • Conselhos com papel apenas consultivo ao Acionista controlador, muitas vezes o Fundador/Empreendedor
  • Conselhos de investidores privados, em joint-ventures ou empresas com participação ou controle de fundos de private equity ou fundos de pensão
  • Conselhos de empresas do Novo Mercado, sem um acionista controlador

Cada um desses Conselhos impõe diferentes desafios para o CEO:

  • Em empresas familiares, a contribuição dos conselheiros externos para o negócio às vezes é limitada pela qualificação da família-empresária em gestão de negócios e organização de Conselhos produtivos.
  • Em empresas controladas por investidores, conflitos (ou potenciais conflitos) entre blocos de investidores/acionistas costumam gerar uma dinâmica política intensa no Conselho, que impacta o CEO e pode prejudicar o negócio ou, em casos extremos, arruiná-lo. Além disso, o Conselho dessas empresas costuma demandar informações e controles bem mais sofisticados e custosos do que, por exemplo, concorrentes do mesmo porte.
  • Em S.A.’s, especialmente as do Novo Mercado, os Conselhos vêm demandando controles e práticas cada vez mais estritos, para minimizar o risco do negócio. Esses Conselhos também enfrentam um progressivo descasamento entre custo (i.e. remuneração dos conselheiros) e a crescente demanda por dedicação dos conselheiros.

Como a TABLE PARTNERS pode ajudar

A TABLE PARTNERS apóia o CEO em seu importante desafio de promover uma relação produtiva entre o management e o Conselho:

  • Capacitando os gestores do negócio — em especial a área financeira — a gerarem as informações necessárias, com a qualidade e o prazo adequados à discussão e tomada de decisão pelo Conselho
  • Promovendo a educação da família-empresária para o papel de governança do negócio
  • Capacitando o acionista controlador e a família-empresária, a obterem a maior contribuição do Conselho e do CEO e sua equipe, através da aderência às boas práticas de comunicação e governança corporativas
  • Implantando práticas que focam as demandas e contribuições do Conselho e seus comitês, aumentando sua geração de valor para o negócio
  • Avaliando, para o Conselho, a qualidade, atualidade e segurança/sustentabilidade da estratégia e os riscos aos quais o negócio está exposto
  • Atuando ativamente na prevenção, moderação ou resolução de conflitos entre acionistas, que podem comprometer o trabalho do CEO e o sucesso do negócio

A TABLE PARTNERS transfoma diretorias em TIMES DE LIDERANÇA de alta performance.