Table Partners

Consultoria de estratégia e liderança

Managing the top: liderando com qualidade e clareza

ilustra 16 diferencas

Infelizmente, mesmo um bom plano de negócios e um bom management não são suficientes para garantir o desempenho de uma portfolio company.

A relação entre investidor e acionistas envolve necessariamente um certo grau de tensão. O investidor representa mudança, compromisso rígido com desempenho e uma perspectiva mais limitada de futuro. O acionista representa a memória do passado, o compromisso com relações dentro e fora da empresa e uma perspectiva mais extendida – “geracional” – de futuro.

Pessoas com estas perspectivas diversas têm de compartilhar o governo da empresa. Fazer com que isto resulte em complementaridade ao invés de conflito exige esforço, disciplina e um pouco de técnica.

Experiência prática

Nós, sócios da Table Partners, adquirimos experiência de primeira mão tanto em casos de sucesso, como o conselho da Atrium Telecom, como de insucesso, como o da BRA Cia. Aérea. Montamos conselhos e facilitamos a transição bem sucedida de acionistas para a função de governança e, em alguns casos, permanecemos como conselheiros independentes, facilitando a implantação de boas práticas de governança e apoiando a gestão de conflitos.

Em nosso papel de facilitador do conselho, identificamos riscos de impasse e conflito disruptivo, antes que eles se materializem e, a partir de reuniões individuais fora do conselho, trabalhamos com as partes envolvidas para reconduzir o diálogo de governança ao caminho de criação de valor para o negócio.

Esta tem sido uma experiência valiosa para a dinâmica dos conselhos de portfolio companies e empresas familiares. Gestores de private equity como ADVENT, JP Morgan e GE Capital já convidaram sócios da Table Partners para facilitar a dinâmica de seus conselhos.

Veja como apoiamos outros desafios das portfolio companies

Vote neste artigoVote neste artigoVote neste artigoVote neste artigoVote neste artigo
Loading...