Table Partners

Consultoria de estratégia e liderança

Is the Singularity near?

O cérebro do homem moderno não foi preparado para compreender curvas de crescimento exponencial. Durante milhões de anos, os mecanismos da evolução ajustaram nosso modo de pensar e perceber o mundo de forma linear. A adoção de novas tecnologias ocorreu, muitas vezes, ao longo de inúmeras gerações.

Nos últimos anos, porém, muitas tecnologias evoluem de maneira exponencial. A capacidade de processamento de um computador, o custo para o sequenciamento do DNA humano e o custo das células de energia solar foto-voltáica são exemplos deste tipo de evolução, e são os pilares de diversas indústrias que há dez anos eram inimagináveis.

Os resultados de uma curva exponencial são muitas vezes surpreendentes e contra-intuitivos. Quem leu na infância o “Homem que Calculava” se lembra do rei que recompensou um viajante preenchendo exponencialmente, com grãos de trigo, as casas de um tabuleiro de xadrez (um grão na primeira casa, dois na segunda, quatro na terceira e assim por diante). A quantidade de trigo devida ao viajante era superior à soma de toda produção global de trigo desde a invenção da agricultura!

Na semana passada, atendi um evento sobre inovação no Rio de Janeiro promovido pela The Economist, no qual um dos painéis discutia o impacto do desenvolvimento tecnológico exponencial na sociedade e para onde isso pode nos levar.

Aprendendo a pensar exponencialmente

Como conciliar a nossa herança evolutiva com os benefícios das novas tecnologias altamente promissoras e seu desenvolvimento exponencial para impactar a vida de bilhões é o desafio que muitos se propuseram a responder. É esperado que novas empresas inovadoras surjam e aproveitem oportunidades oriundas da aceleração das tecnologias, bem como em suas intersecções.

O conceito de singularidade como ponto de ruptura evolutiva foi proposto por Ray Kurzweil, no livro de 2005 The Singularity is Near: When Humans Transcend Biology. Nele, Kurzweil postula que este ponto será atingido ainda no nosso horizonte de vida pelo desenvolvimento exponencial da tecnologia, o que provocará mudanças imprevisíveis na sociedade, incluindo a possibilidade de transcendermos nossa finitude biológica.

Mês que vem, embarco para um programa de três meses na Singularity University, no Vale do Sílicio. Este programa da S.U. agrupa 80 pessoas ligadas às diversas facetas do desenvolvimento das tecnologias para um período de inspiração e fertilização cruzada junto à vanguarda acadêmica e empresarial em diversos ramos de tecnologias emergentes.

Espero poder compartilhar com os leitores da Table Letters as novidades que trarei de lá.

Vote neste artigoVote neste artigoVote neste artigoVote neste artigoVote neste artigo
Loading...