Table Partners

Consultoria de estratégia e liderança

Acionista: quer uma empresa bem administrada? Aprenda com os fundos de private equity

Muitos acionistas que estão à frente da gestão de suas empresas acham difícil realizar a transição para uma administração profissional – alguns tiveram, pessoalmente, más experiências no passado, outros ouviram testemunhos de contratações de CEOs e equipes executivas de mercado que terminaram em desastre.

É possível ser dono de uma empresa bem administrada e bem sucedida, sem estar no comando direto do negócio?

Sim. E, mais ainda, há empresas que têm exatamente isso como seu “produto”: os gestores de Fundos de Private Equity (PECs – Private Equity Companies).

iStock_000003463925XSmall

As PECs, como a GP Investimentos, Advent, Stratus e outras, participam de empresas, muitas vezes majoritariamente, e vivem de garantir aos investidores de seus fundos (denominados ‘Limited Partners’) o atingimento, por essas empresas, de metas agressivas de crescimento e valorização.

Detalhe importante: nenhum sócio gestor das PECs (denominados ‘General Partners’) assume a gestão de qualquer das empresas investidas – todo o management das empresas investidas é composto de profissionais contratados no mercado. Em alguns casos, o empreendedor que criou o negócio continua à frente da gestão, mas com a condição de implantar os princípios, métodos e processos administrativos que as PECs exigem de todas as empresas em que participam.

E quem disse…

…que esses princípios e métodos são melhores e dão mais certo do que a gestão do empreendedor ou de um acionistas?

Veja a resposta do World Economic Forum, publicada no (excelente) estudo “Do Private Equity-owned Firms Have Better Management Practices?” (“As Empresas Controladas por PECs Têm Melhores Práticas de Gestão?”):

  • 4 mil empresas pesquisadas, em 12 países*, foram classificadas segundo nove tipos de gestão/controle, dos quais destaco seis:
    1. gestão por PECs
    2. gestão pública (estatais)
    3. empresas abertas (gestão profissional de S.A.s com controle pulverizado, em bolsa)
    4. empresas familiares com CEO profissional
    5. empresas familiares com CEO da família
    6. empresas geridas pelo fundador
  • As empresas geridas pelas PECs foram as que apresentaram as melhores práticas de gestão; as estatais, empresas geridas pelo fundador e empresas geridas por CEO da família apresentaram as piores práticas de gestão

Chart Qualid Gestao

  • Observe que há uma melhoria de gestão, entre as empresas familiares comandadas por CEOs da família e aquelas comandadas por CEOs do mercado, mas as empresas geridas por PECs são ainda melhor geridas. Isso indica que as famílias podem melhorar suas práticas de seleção e relacionamento com os CEOs que contratam
  • A qualidade das práticas de gestão revelou-se altamente correlacionada com TODAS as medidas de resultado analisadas – quanto melhor gerida a empresa, maiores são:

— A receita e a receita por empregado

— O crescimento da receita

— O ROCE – retorno sobre o capital empregado

— O índice “valor de mercado ÷ valor contábil” (quanto o mercado de ações sobre-valoriza a empresa)

— A taxa de sobrevivência das empresas, ao longo dos anos

  • O estudo também revela que a qualidade da gestão também está correlacionada com a satisfação e a qualidade de vida dos empregados e, surpreendentemente, com o consumo de energia de empresa, para uma mesma quantidade de produção, de um mesmo produto – em outras palavras, a empresa bem gerida tem menor impacto ambiental

Portanto, acionista

Se você quiser uma gestão que eleve os resultados de sua empresa e dê a ela uma chance maior de se perpetuar, adote as práticas de gestão das PECs.

Que práticas são essas?

Para saber, leia o artigo “As práticas de gestão que diferenciam as empresas geridas por PECs“.

E, se você quiser ir além das práticas das PECs, leia: “Acionista: quer uma empresa excepcionalmente bem administrada? Vá além dos fundos de private equity“.

.

Para saber mais:

 

_________________________________________

* China, França, Alemanha, Grécia, India, Itália, Japão, Polônia, Portugal, Suécia, Reino Unido e EUA.

Vote neste artigoVote neste artigoVote neste artigoVote neste artigoVote neste artigo
Loading...